Histórico


Votação
 Dê uma nota para meu blog


 
Flor Menina


História de amor


Ela tinha 20 anos. Ele ia fazer 17.

Ela estava na universidade, morava fora de casa, descortinava um mundo novo.

Ele, ainda no colégio, se mudava com a familia para viver naquela cidade.

Ambos gostavam de música e de escrever poemas. Ambos sorriam de uma maneira que encantava um ao outro. Conversavam e se olhavam durante horas – sem se tocar, sem se beijar.

Os amigos dela brincavam: “Você é uma papa-anjo!”. Mas ela não havia papado nada. Apenas aquelas palavras (tão doces em um menino daquela idade...) e aquele sorriso que lhe deixava ofegante.

O tempo passou.

Um e outro tomaram caminhos diferentes, nunca mais se viram, nunca mais se falaram. Dores, alegrias, conquistas, fracassos... Cada um teve sua quota.

Aí um dia ele decidiu usar a magia da internet para saber por onde andava aquela menina que certa vez lhe presenteou um poema escrito em pergaminho desenhado por ela mesma. Pôs o seu nome num site de relacionamentos, clicou em buscar e, pimba!, a encontrou!

Ela estava do outro lado do oceano, mas a distancia não foi suficiente para bloquear o dilúvio de imagens, assuntos e vontade de conversar mais, conversar mais, conversar mais... Música e poesia, histórias de vida, coincidências (milhðes delas!), hobbies, profissðes...

E se identificaram com ainda mais força. E se quiseram. E se fizeram promessas e declaraçðes. E estão hoje à espera do dia em que se olharão outra vez, em que enfim se tocarão, se beijarão, se terão.

Espera que inebria...

Espera que adoça...

 

 



Escrito por Sheila às 19h39
[] [envie esta mensagem] []




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]